10 ferramentas essenciais para a sua oficina mecânica

10 ferramentas essenciais para a sua oficina mecânica

3 anos atrás 5

Compartilhe nas redes sociais.

Você é apaixonado por mecânica e deseja montar sua oficina, mas não sabe o que precisa ter? De fato, não basta ter só paixão — é preciso trabalhar bastante, ter os equipamentos certos e adquirir técnicas para manusear bem todos esses instrumentos de trabalho.

Aliás, as ferramentas dizem respeito à grande parcela de responsabilidade no que se refere ao sucesso de uma oficina mecânica.

Elas podem tornar o serviço mais fácil para os profissionais, lhes ajudando a executar tarefas difíceis e, por consequência, diminuindo o tempo que os veículos dos clientes ficam parados para conserto. Além, é claro, de permitir que o trabalho seja realizado com muito mais eficácia.

Por isso, neste post você vai conferir as 10 ferramentas automotivas essenciais para ter em sua oficina. Então, continue lendo e acompanhe!

Dez ferramentas para oficina mecânica

1. Conjunto de chaves

Com parafusos a se perder de vista em carro, é essencial que um mecânico tenha uma caixa de ferramentas completa. E o conjunto de chaves é fundamental para o trabalho em uma oficina. Assim, chaves inglesas, chave allen, de boca, de fenda, e em diversos diâmetros e tamanhos são apenas algumas das ferramentas que você deve ter.

Pense também na qualidade dos produtos que você comprar, para garantir a durabilidade dos jogos e economizar dinheiro aumentando o tempo entre as substituições. Além disso, deve ser levado em consideração os tipos de serviços a serem executados na oficina mecânica.

O trabalho de compressão de molas, por exemplo, exige um conjunto de chaves especiais para essa finalidade. Caso isso seja ignorado, o resultado final de uma regulagem ou reparo pode ser todo posto a perder com o tempo, prejudicando a credibilidade da sua oficina.

2. Kit de alicates

Em conjunto com as chaves, os alicates são fundamentais para realizar procedimentos simples em sua oficina, Os alicates de corte, por exemplo, ajudam a cortar cabos e conduítes, enquanto os alicates de bico auxiliam a pegar peças pequenas. Então, deixe-os sempre próximos às chaves e outras ferramentas, para que estejam sempre à mão.

O ideal é que alicates específicos sejam utilizados para cada função a que se destinam. As ferramentas multifuncionais podem ser bastante eficazes no dia a dia, mas a utilização profissional exige uma precisão maior no trabalho a ser feito.

Portanto, alicates para descascar fiações, realizar cortes ou torções em cabos, facilitar o desaperto de porcas, e outros fins específicos, devem ser destinadas somente para esses tipos de trabalhos.

3. Torquímetros

Grosso modo, esse equipamento tem a função de mostrar a força que o mecânico utiliza para apertar ou afrouxar determinado parafuso. Inclusive, as montadoras de veículos têm especificado nos manuais mecânicos os valores dos torques a serem aplicados nas mais diversas peças do carro. Com isso, é possível evitar empenos ou ajustes fortes ou fracos demais.

O Torquímetro pode ser encontrado em diversos tipos de apresentação, e todos demonstram a mesma eficiência e precisão na indicação do torque ideal. Cabe, portanto, a você escolher baseado apenas na sua preferência ou nos recursos financeiros disponíveis.

Entre as opções estão o Torquímetro de estalo, que indica o torque correto com um estampido seco que ressoa da ferramenta; o Torquímetro dinâmico, no qual a indicação é feita por um ponteiro; e os modelos eletrônicos, que apontam o aperto ideal por meio de um indicador digital.

4. Elevadores automotivos

Antigamente, muitas oficinas possuíam fossos que davam acesso à parte inferior dos automóveis. Porém, com a adoção de elevadores, esse serviço ficou menos complexo, já que é possível intervir sob o carro no nível do piso.

Além disso, enquanto a oficina permanece fechada, um carro pode ficar suspenso e outro pode ficar sob ele, aproveitando melhor o espaço de trabalho. De fato, trata-se de uma ferramenta que faz toda a diferença para o cliente que está procurando opções de locais para o reparo ou a manutenção do seu veículo.

Além de demonstrar que o local tem a preocupação de investir em infraestrutura — o que denota que todo o trabalho será realizado com cuidado diferenciado — a impressão estética que uma ferramenta dessas provoca também conta como ponto a favor no momento da decisão.

 

CTA_Um guia para montar um plano de expansão para sua oficina mecânica

 

5. Macacos

Eles são importantes instrumentos para suspender determinada parte do veículo sem a necessidade de que o carro inteiro fique no ar. E são equipamentos práticos de manusear, por terem sistemas hidráulicos que facilitam a tarefa de levantar e abaixar o veículo. Dependendo do modelo de macaco, é possível suportar até três toneladas.

Usualmente, os macacos hidráulicos são utilizados para reparos mais simples, que precisam que o veículo esteja acima do nível do solo, mas sem perder agilidade no processo. Alguns exemplos são os consertos em rodas, amortecedores, trocas de pneus, entre outros.

6. Guincho hidráulico

Como o macaco, o guincho hidráulico também facilita a tarefa de pegar algo pesado do veículo. Porém, ao contrário do macaco — que faz o trabalho de baixo para cima — o guincho tem sua pega de cima para baixo. Assim, é extremamente útil para retirar o motor do capô de um carro, por exemplo.

Existem modelos de guinchos hidráulicos fixos, que proporcionam maior segurança na execução dos serviços, e também alguns tipos de ferramentas que se movimentam por meio de rodinhas. Estes têm a vantagem de não precisar de uma estação de trabalho para que a retirada do motor seja realizada, evitando esperas, movimentação de veículos dentro da oficina e atrasos indesejados.

7. Manômetro

Sabemos que os sistemas de freios, motor, arrefecimento e combustível trabalham sob constante pressão. Diante disso, esta é a função do manômetro: verificar anomalias ou irregularidades nos itens do carro que precisam de pressão para trabalhar.

Ter um manômetro sempre à mão pode ser essencial para ter um diagnóstico preciso sobre esses itens. E, assim como os torquímetros, os manômetros também se encontram disponíveis em diversos tipos, analógicos e digitais, com a mesma eficácia para a medição da pressão de gases e líquidos das várias partes de um veículo.

8. Alinhador de direção

Para realizar serviços de alinhamento automotivo, é necessária a instalação de um alinhador de direção. Com isso, os ângulos das rodas do veículo — caster, cambagem e divergência — podem ser ajustados de forma adequada.

Além disso, aproveite para pensar em um equipamento de balanceamento de rodas para realizar os dois serviços na oficina. Mais do que uma das ferramentas para oficina mecânica das mais importantes, um alinhador de direção pode ser um grande diferencial para o negócio. Afinal, não são todas as oficinas que dispõem desse tipo de serviço.

Isso faz com que o seu espaço tenha uma gama de soluções consideravelmente diferenciada no mercado, proporcionando maiores ganhos — ainda mais por ser um trabalho de realização rápida e com baixo custo operacional.

9. Scanner automotivo

A eletrônica embarcada nos veículos atuais criou a necessidade de equipamentos capazes de realizar a leitura dos diversos módulos instalados nos carros. Por isso, ao adquirir um scanner automotivo, você poderá realizar diversos ajustes no automóvel e fazer, com riqueza de detalhes, um diagnóstico preciso das falhas e do desempenho esperado para o carro.

Em suma, o scanner automotivo trabalha comparando uma série de parâmetros preestabelecidos, em sistemas como a injeção eletrônica e os demais sensores de funcionamento do carro. Outra vantagem é que ele pode prever determinados problemas, e ainda aponta melhores opções de configurações.

10. Mão de obra

Por mais que você tenha as ferramentas automotivas certas e um kit completo para trabalhar numa oficina, saiba que a qualidade do mecânico ainda é fundamental para a qualidade do serviço.

Por isso, procure sempre se especializar e ficar a par das novidades do mundo automotivo, seja por meio de cursos presenciais ou cursos online, para criar ou aumentar a sua carteira de clientes.

Além da necessidade natural de aperfeiçoamento constante — até pela dinâmica de modernização dos veículos e seus recursos cada dia mais sofisticados — para que a infraestrutura e as ferramentas da oficina sejam utilizadas com eficiência é preciso selecionar cuidadosamente os mecânicos que trabalharão no local.

Busque por indicações de bons profissionais, analise criteriosamente a evolução do futuro colaborador e a sua capacidade em trabalhar em grupo. Afinal, muitas vezes, o reparo de um automóvel exige participação mútua, humildade — para reconhecer dificuldades e erros — e interação constante entre todos os envolvidos.

Alguns cuidados quanto à aquisição de ferramentas para oficina mecânica

Ao mesmo tempo em que são a razão de uma oficina mecânica existir — em conjunto com os profissionais, é claro — as ferramentas também são responsáveis por boa parte dos custos de implantação desse tipo de empreendimento.

Nesse caso, investir nas opções mais baratas pode significar a necessidade de gastos financeiros inesperados ao longo do tempo, fazendo com que a oficina seja menos lucrativa.

Outra questão importante é que os instrumentos de trabalho devem ser confortáveis e transmitir segurança para o mecânico, de forma que ele só precise pensar em como executar o seu trabalho da melhor forma, sem desconfortos adicionais. E tenha cuidado também ao guardar as ferramentas.

No caso das peças menores, o ideal é usar móveis próprios ou painéis, onde elas possam ficar visualmente aparentes. Especialmente para evitar perdas e a deterioração de instrumentos que têm um custo nem sempre baixo, mas que possuem uma importância imensurável para a rotina de trabalho e o sucesso da oficina mecânica.

Bem agora que você já conhece quais são as principais estrelas de uma oficina mecânica, é hora de sair em busca das opções que mais agradarão os profissionais, o seu público-alvo e, principalmente, o seu bolso.

Enfim, esperamos que nossas dicas sobre ferramentas para oficina mecânica te ajudem na implantação ou melhoria do seu negócio. E aí, gostou do post? Então aproveite para compartilhá-lo com outros apaixonados por carro em suas redes sociais!

CTA_Oficinas mecânicas - um guia com os serviços básicos