5 dicas para identificar gargalos na sua oficina e eliminar a ociosidade

5 dicas para identificar gargalos na sua oficina e eliminar a ociosidade

4 anos atrás 0

Compartilhe nas redes sociais.

Toda empresa busca melhorar constantemente o seu sistema produtivo tornando-o mais eficiente e aumentando o seu lucro. É comum que muitos empresários busquem essa otimização por meio do aumento da eficiência dos processos e da força de trabalho da empresa, porém, em muitos casos, é necessário parar para identificar problemas que travam o trabalho. Esses problemas são chamados de gargalos de produção.

De maneira geral, uma empresa possui um gargalo de produção quando as suas etapas produtivas demandam certo tempo de trabalho, mas, em uma dessas etapas, o tempo de produção acaba sendo maior do que as outras. Certamente isso irá prejudicar o tempo total de serviço, o que irá deixar todo o processo menos eficiente. A correção desse gargalo de produção pode então reduzir os seus gastos com aquela tarefa e aumentar a sua margem de lucro.

Veja nos próximos parágrafos outras dicas para identificar gargalos de produção na sua oficina mecânica!

Como identificar um gargalo

Vamos usar um exemplo: em sua oficina mecânica você trabalha com a reparação de peças. Na hora de lavá-las, você utiliza uma mangueira, certo? Imagine então se você pudesse contar com uma máquina com jato de alta pressão? Você teria mais eficiência durante o processo e ainda conseguiria reutilizar o solvente necessário na operação. Não é simples? Com essa mudança você consegue ganhar mais tempo de trabalho e ainda reduz o consumo de solvente.

Faça um mapeamento de processos

Os gargalos produtivos acontecem por diferenças na capacidade produtiva ou por algum problema no desempenho no trabalho. Para identificar os gargalos e suas causas é preciso conhecer bem os processos adotados na sua empresa e avaliá-los, um por um, para entender se há possibilidade de deixá-los mais eficientes e como fazer para aumentar essa eficiência. Mapeie todas as etapas do seu trabalho e busque maneiras de aperfeiçoá-las.

Acompanhe o seu processo produtivo

Crie um sistema que permita acompanhar quanto tempo é gasto em cada etapa de produção, em resoluções de problemas e em pausas da equipe. Uma sugestão é usar uma planilha ou quadro com colunas para hora de parada, hora de retorno, motivo para a pausa e a assinatura do colaborador. Com isso você conseguirá eliminar a ociosidade, entender se está acontecendo alguma falha no processo produtivo e como poderá corrigí-la.

Desenvolva um plano de ações

Realizar um mapeamento abrangente dos processos da sua oficina mecânica – sabendo assim o que é feito para cada tipo de atendimento – e acompanhar o dia a dia de seus serviços fornecerá todas as informações necessárias para que você possa diagnosticar os possíveis gargalos de produção. Elabore um plano de ação para superar esses problemas produtivos.

Avalie o seu plano de ação

Nem sempre aquelas ações propostas em sua oficina acabam melhorando a sua produção. É necessário acompanhar de perto a implementação do seu plano de ações para verificar se está sendo suficiente para acabar com os seus gargalos produtivos. Caso isso não ocorra, será preciso traçar um novo programa de atividades que possa solucionar os seus problemas.

Converse com seus colaboradores

Quem melhor para falar dos seus processos produtivos do que as pessoas que os executam? Converse com seus colaboradores e convide-os a participar dos esforços para identificar os gargalos produtivos. Consulte-os em busca das melhores soluções e alternativas de trabalho e divida com eles os êxitos desse novo método.

E você? O que tem feito para identificar os gargalos produtivos em sua oficina mecânica? Compartilhe nos comentários as suas ideias e experiências!