A importante relação entre as mulheres e a oficina mecânica

A importante relação entre as mulheres e a oficina mecânica

4 anos atrás 2

Compartilhe nas redes sociais.

O número de mulheres interessadas no setor automobilístico tem aumentado cada vez mais, deixando de lado a história de que somente os homens entendem de veículos automotivos. As mulheres estão cada vez mais independentes e procuram saber sobre assuntos que até então eram somente de interesse masculino, o que inclui o mundo da oficina mecânica.

No post de hoje vamos apresentar como tem ocorrido a inserção da presença feminina em oficinas mecânicas, além de como a indústria automobilística tem acompanhado essas transformações e a qualificação de mulheres que trabalham nessa área. Continue a leitura e fique por dentro do assunto!

As mulheres e a indústria de automobilística

A quantidade de mulheres com carteira de motorista aumentou, assim como a presença feminina nos serviços de motoristas de ônibus, caminhões e táxi. Esse é um cenário muito diferente daquele que vivenciamos há algumas décadas, em que era impensável a presença de um número significativo de mulheres nesse tipo de ocupação.

Dessa maneira, as primeiras mulheres a se arriscarem nessas profissões foram alvo de grande preconceito. Não que hoje ainda não exista, mas as precursoras dessa missão certamente ficaram mais vulneráveis às pressões impostas pelas convenções sociais. Seja como profissionais do volante ou como consumidoras desvinculadas de qualquer ocupação, a indústria automobilística não demorou a perceber que as mulheres necessitavam de veículos que fossem construídos para elas.

Nesse sentido, as montadoras têm buscado fabricar veículos modernos, práticos, com grande quantidade de itens tecnológicos e com melhores condições de ergonomia. Todas essas características são muito procuradas pelo público feminino.

Quanto a isso, também é importante destacar o aumento do poder de compra das mulheres. Atualmente, o patriarcado tem perdido força e as damas passaram a fazer uma contribuição massiva para o orçamento familiar. Sabendo desta situação, seria um erro estratégico muito grande por parte da indústria automobilística não pensar nelas na formulação das campanhas publicitárias e na oferta de produtos e serviços

A presença feminina na oficina mecânica

Mas, além de se interessar pelo design do automóvel e seus acessórios, o público feminino tem sido cada vez mais engajado, e muitas mulheres buscam entender mais sobre os aspectos mecânicos do veículo. Em oficinas mecânicas, clientes homens costumam levar seus carros, procuram entender o problema e acompanham o mecânico na maioria das etapas.

Hoje, há ainda mais mulheres que também têm esse interesse. Então, é importante que os mecânicos saibam disso e as auxiliem igualmente a entender mais sobre seu automóvel.

Além do crescimento na compra de veículos por parte das mulheres, também há o interesse desse grupo nas profissões até então taxadas como masculinas. Muitas mulheres que possuem pais mecânicos se entusiasmam por essa profissão, mas há aquelas que, mesmo sem influência da família, acabam adquirindo o interesse.

A qualidade no trabalho com automóveis

É notável a grande inserção desse público na área da mecânica, sempre lutando para quebrar o preconceito. Portanto, se você trabalha nesse ramo, não pense duas vezes antes de contratar uma mulher qualificada para seu ambiente de trabalho. Uma oficina mecânica que abre as portas para mulheres, além de ajudar a quebrar os padrões sexistas impostos pela sociedade, traz mão de obra qualificada para a empresa.

Ter pessoal capacitado é importante para toda oficina e, hoje, há um grande número de mulheres formadas em cursos profissionalizantes nessa área. Além disso, a mulher tende a ser mais atenciosa e organizada, o que melhora ainda mais o atendimento aos clientes.

A identificação entre mulheres dentro de uma oficina

Mais do que qualidade de serviço, o aumento da frequência de mulheres que atuam como mecânicas guarda uma vantagem pouco percebida por empresários desse ramo: a identificação automática que pode existir entre mulheres. Ainda com toda a desconstrução de alguns preceitos machistas presentes em nossa sociedade, a oficina não deixou de ser um ambiente hostil para mulheres.

Tendo isso em vista, uma mulher que vá em busca de realizar um reparo em seu automóvel, ao encontrar uma pessoa do mesmo sexo vestindo um macacão para avaliar o seu veículo, ficará muito mais à vontade para tirar algumas dúvidas e fazer um levantamento em relação à natureza do problema.

Para ilustrar de maneira mais precisa como isso acontece na prática, podemos citar os serviços de táxi em que somente mulheres são motoristas. Esse novo segmento de chamamento de táxi por meio de aplicativos foi criado pensando em lidar com a constante insegurança em que as mulheres estão submetidas. À noite, principalmente, não é raro ouvirmos falar de casos de mulheres que foram assediadas por motoristas ou até mesmo violentadas por eles.

O aumento da presença feminina em oficinas mecânicas tem o potencial de gerar o mesmo nível de empatia, pois a presença de mulheres trabalhando no local pode ser um fator determinante para a escolha do serviço.

A formação do público feminino nessa área

Na graduação, os cursos de engenharia são compostos em sua maioria por estudantes do sexo masculino, porém o número de mulheres matriculadas tem aumentado cada vez mais, quebrando o senso comum de que esses cursos são de natureza masculina.

Nas feiras de automóveis feitas anualmente, frequentadas por homens em sua maioria, é possível também observar o aumento de mulheres que visitam e têm interesse na área. Esse movimento se estende por muitas outras áreas, como o universo tuning, o automobilismo (há muitas mulheres esportistas) e o mercado de compra e venda de veículos.

Talento não escolhe gênero

Vistas todas essas atuações que antes eram consideradas somente masculinas, é possível perceber que as mulheres estão ganhando cada vez mais espaço em ambientes que até então não eram considerados próprios para elas. É preciso reconhecer que talento não escolhe gênero e que elas também dão conta do recado quando se trata da área mecânica.

Na Grã-Bretanha aconteceu um caso muito simbólico: a empresária Caroline Lake, depois de anos sendo enganada por mecânicos homens, resolveu montar a sua própria oficina. O diferencial do empreendimento é que a mão de obra é formada, exclusivamente, por mulheres.

A experiência de Lake, que a princípio parecia somente uma aventura, na realidade foi um verdadeiro sucesso. Além do público feminino, muitos homens passaram a frequentar a oficina em função da qualidade do serviço.

Como pudemos acompanhar no post de hoje, a presença feminina em oficinas mecânicas já é uma realidade há algum tempo. É importante estar atento a essas mudanças e reformular algumas estratégias para atender melhor o público feminino em seu estabelecimento.

Aprendeu mais sobre a inserção das mulheres no ambiente da oficina mecânica? Conhece alguma história de sucesso nessa área? Deixe um comentário para contar suas experiências ou para tirar as dúvidas.