Dicas para uma identidade visual de oficina mecânica
dicas-para-criar-uma-identidade-visual-marcante-em-oficinas.jpeg

Dicas para uma identidade visual de oficina mecânica

1 ano atrás 2

Compartilhe nas redes sociais.

Em um cenário cada vez mais competitivo no mercado de oficinas mecânicas, criar uma identidade visual passou a ser elemento praticamente obrigatório para o empreendedor que deseja conquistar e fidelizar clientes.

Saber como definir o logotipo, o conjunto de cores e as fontes para dar uma cara ao negócio pode ser uma grande sacada de marketing e dizer muito sobre uma oficina — mesmo para quem sequer foi atendido pelos seus serviços.

Se você está decidido em criar uma identidade visual marcante para sua oficina, confira este post com 6 dicas para conhecer quais são as etapas e acertar em cheio em cada uma das decisões na criação da identidade visual.

Antes de criar uma identidade visual

Criar uma identidade visual vai muito além de ter um logo e um slogan para sua oficina e, quando planejada e realizada de forma correta, é capaz de:

  • Aproximar a sua empresa de seus clientes e potenciais clientes;
  • Demonstrar com mais eficiência quais são os diferenciais em comparação com a concorrência;
  • Padronizar todas as comunicações utilizadas pela oficina.

Portanto, uma identidade visual deve ter a cara da empresa e fazer jus ao que ela tem de melhor, deixando claro qual é sua especialidade e finalidade em cada atendimento que realiza.

Definição do logotipo

O passo inicial para qualquer projeto de identidade visual, a definição do logo de uma oficina — assim como de qualquer segmento — requer atenção em alguns pontos, devendo sempre buscar:

  • Simplicidade: diferentemente de modesta, um logo simples é aquele que tem algo único, não é cheio de detalhes e informações que, mesmo sem querer, dificultam a sua memorização.
  • Ser memorável: pode até parecer um pouco redundante com o item anterior, mas um logo memorável é consequência da simplicidade e adequação com o propósito do negócio — o logotipo deve ter identificação com o serviço ou produto que comercializa.
  • Durabilidade: ninguém monta uma oficina para que ela dure pouco tempo e feche suas portas, não é mesmo? O seu logo também precisa ser pensado assim e a comunicação que ele tem deve ser eficiente por muitos anos sem a necessidade de mudanças.
  • Versatilidade: um logotipo pode ser utilizado para inúmeras aplicações, portanto, a versatilidade para tamanhos e cores — seja para aplicação em um selo postal, outdoor ou com apenas uma cor — deve ser sempre levada em conta na definição do logo.
  • Adequação: as cores e fontes utilizadas no logo dizem muito sobre o negócio, elas têm o poder de passar tanto um ar de seriedade quanto de alegria. No caso de oficinas, opte por aquelas que passem o máximo de seriedade possível.

No processo de criação do logo, você pode escolher entre contratar diretamente um designer para a execução ou ainda utilizar sites especializados com modelos predefinidos.

Escolha das cores

A escolha das cores utilizadas tem enorme potencial de expressar sentimentos e finalidades da marca. Nessa hora, saber quais são as cores aconselhadas e as que se deve evitar é fundamental para atingir os objetivos da identidade visual de uma oficina.

Cores mais indicadas

  • Branco: utilizar a cor branca na identidade visual da oficina passa um ar de limpeza e organização na execução dos serviços de manutenção;
  • Azul: é a cor conhecida por proporcionar serenidade e confiança, sendo esta um dos pilares para os clientes escolherem a sua oficina em vez da concorrente;
  • Vermelho: tem utilização comum para demonstrar a necessidade de atenção e entusiasmo; em uma oficina mecânica, é utilizado para expressar o senso de urgência na manutenção do veículo;
  • Amarelo: demonstra atenção aos detalhes e disciplina, o que todo proprietário quer que um mecânico tenha com o seu carro;
  • Laranja: muito próxima do vermelho, é perfeita para harmonizar com as outras cores que já foram citadas.

Cores que devem ser evitadas

  • Preto e cinza: exceto em detalhes, o preto e o cinza devem ser evitados porque o excesso no uso deixa a sensação de depressão e agressividade;
  • Verde: é normalmente ligada a abundância de dinheiro e prosperidade; sua utilização — quando além de pequenos detalhes — pode passar a impressão de uma cobrança em valores mais alta pelos serviços;
  • Rosa: a não ser que a oficina mecânica seja especializada ou tenha um nome que remeta ao público feminino, a cor rosa deve ser evitada;
  • Marrom: mesmo que aparente ser uma cor neutra, o marrom em uma oficina mecânica pode passar um clima de ambiente sujo e desorganizado.

Atenção à fonte utilizada

A escolha da fonte também deve estar totalmente ligada com a ideia que se deseja passar e com o design aplicado na criação do logotipo.

Nesse quesito, ganham destaque 2 tipos de fontes que devem ser levadas em consideração na identidade visual de uma oficina:

Serifadas

Este tipo de fonte é conhecida por conter traços horizontais e verticais no final das estruturas de cada letra, sua aplicação proporciona seriedade e formalidade por ser um estilo mais clássico — a Times New Roman é o exemplo mais conhecido deste tipo de fonte.

Sem serifa

Este tipo de fonte — bem representada pela fonte Arial — tem a característica de contar com curvas mais limpas e sem hastes, sendo mais indicado para uso em projetos que sejam mais modernos, sem aplicação de sombras e para utilização em cores mais sólidas.

Cuidados com a aplicação

O cuidado com a aplicação de logo é algo muito sério para uma boa identidade visual da oficina. Sempre que for realizar a aplicação do logo no ambiente da oficina ou em materiais de divulgação diversos, a atenção deve ser redobrada para:

  • Leitura e compreensão: as partes escritas ou com representação de algum desenho devem ser totalmente compreensíveis mesmo em aplicações diminuídas;
  • Contraste: o logo deve contrastar com a cor ou imagem utilizada no fundo, podendo, em alguns casos, ter a utilização de versões monocromáticas para garantir o contraste;
  • Perda de qualidade: quando aumentado, o logotipo deve manter a qualidade de exibição e evitar qualquer perda de qualidade aparente.

Além do básico

Não basta apenas criar uma identidade visual para a oficina mecânica, é preciso utilizá-la ao máximo. Aproveite todo o material e esforço empregado na criação e aplique sua identidade visual em uniformes, fachadas, cartões, carros, redes sociais e site da oficina.

Assim você otimiza o processo de memorização da marca, que será sempre lembrada pelos clientes quando precisarem dos serviços da oficina.

Gostou do post? Então, compartilhe-o nas redes sociais e mostre para seus amigos como criar uma identidade visual marcante.