E você, já leu o manual do seu elevador automotivo?

E você, já leu o manual do seu elevador automotivo?

5 anos atrás 3

Compartilhe nas redes sociais.

Imagine comigo a seguinte situação: você acaba de comprar um tão sonhado eletrodoméstico, chega em sua casa e abre a embalagem cuidadosamente, ansioso para desfrutar das maravilhas prometidas horas antes pelo vendedor.

Antes de ir rasgando plásticos, cortando cintas e retirando incontáveis isopores que envolvem seu mais novo brinquedo, procura ansiosamente pelo…manual de instruções! Sim, não acorde! Continue imaginando…

Após achar o manual de instruções, você procura um lugar calmo e relaxante para realizar a sua leitura e lá, passa as próximas horas devorando aquelas incontáveis linhas de instruções técnicas bem como os inúmeros pictogramas, esquemas elétricos, vistas explodidas e afins.

Pronto, leitura concluída! Neste momento, você já se sente um expert no assunto, está confiante com relação às novas informações adquiridas e trata de continuar o processo de desembalar o seu produto.

Na sequência, inicia a etapa seguinte de instalação do eletrodoméstico fazendo pequenas consultas no manual caso alguma dúvida surja. Já ao final da instalação, você olha todo orgulhoso para o produto recém-adquirido e agora bem instalado; guarda o manual de instalação em algum lugar de fácil acesso para que, só então, se sinta confortável em começar a desfrutar os inúmeros recursos do novo equipamento.

Conseguiu imaginar? Agora voltemos à nossa realidade!

Assim como eu e provavelmente você, milhões de brasileiros não possuem o hábito de ler os manuais. O post de hoje vem justamente para trazer alguns esclarecimentos sobre a importância de acompanhar atentamente essas instruções.

Falaremos, especialmente, do manual de elevador automotivo e suas especificidades. Não deixe de conferir todas as nossas dicas.

Honda
Elevador antes da montagem. E agora? Por onde começar?

Entenda a importância de ler qualquer manual

A realidade imaginada ao longo exemplo apresentado acima é o sonho de qualquer fabricante que tenha se dedicado na elaboração de um manual completo e didático. No entanto, nosso impulso inicial, quase sempre, é colocar o aparelho ou equipamento para funcionar antes de qualquer avaliação das instruções.

O problema desta cultura é justamente a seriedade dos problemas que podem ser causados pela falta de conhecimento de quem está instalando ou operando o equipamento. A brincadeira que fizemos no início deste post usa como exemplo um simples eletrodoméstico. Porém, à medida que os “brinquedos” vão ficando maiores, a brincadeira também fica mais séria.

Por mais que você já tenha instalado ou operado um produto semelhante, ler o manual não deve ser uma questão de opção. Além de todas as especificações técnicas necessárias, instruções básicas de instalação e operação, é lá que o fabricante inclui novas instruções que possam ser úteis de alguma forma para evitar problemas que, até então, eram inéditos, mas que de alguma forma aconteceram com um cliente específico.

Analise o manual do elevador cuidadosamente

Não ler o manual significa abdicar de receber informações importantes justamente de quem mais entende do produto e ainda, correr riscos desnecessários de danificar o produto ou, em alguns casos, até mesmo correr risco de morte.

No que diz respeito aos elevadores automotivos não é diferente. Esse tipo de equipamento apresenta um alto risco de operação caso determinadas instruções não sejam seguidas, além do que, no manual há dicas valiosíssimas que fazem com que a vida útil do equipamento aumente consideravelmente.

Elevadores automotivos sempre serão produtos que precisam de atenção especial independentemente da qualidade de projeto e sua produção.

É parte intrínseca de um ótimo produto um ótimo manual, mas para que o conjunto fique completo, a instalação, operação e manutenção do seu elevador precisam ser realizadas conforme orientações do fabricante e, por tanto, a pergunta que fica no ar é: você já leu o manual do seu elevador automotivo?

Conheça alguns pontos importantes relativos ao manual

Reunimos neste tópico os principais pontos que você deve ficar atento ao ler o manual de seu elevador automotivo. Acompanhando atentamente todas as questões aqui apresentadas, você terá um desempenho muito mais interessante de seu equipamento, além de enfrentar menos problemas com manutenção e outras questões, como perda de garantia e acidentes.

Perda de garantia

Já foi mencionado anteriormente que um elevador automotivo não é um simples brinquedinho. Além do alto investimento para aquisição, sua operação demanda um estudo muito atento do manual de instruções.

Entre outras razões, operar de forma adequada seu elevador automotivo é importante para a preservação da garantia do equipamento. Isso porque vários fabricantes estipulam algumas regras para a substituição de peças ou realização de reparos.

Imagine, por exemplo, uma violação de parte do motor a qual apenas um serviço credenciado poderia acessar. Esse é o caso mais clássico de perda de garantia. Situação que poderia ser evitada com uma simples leitura do manual, pois essas previsões, geralmente, são apresentadas de forma bastante clara nas instruções.

Danos ao equipamento

Eis que chegou a hora de colocar seu elevador para funcionar. Em função de um conhecimento prévio sobre o funcionamento de outros equipamentos, muitas pessoas logo começam a executar várias funções.

Mais uma vez, insistimos: cuidado! Esse é o caminho mais curto para estragar seu elevador. Sem uma leitura atenta do manual, corre-se o risco de comprometer integralmente ou parcialmente a estrutura ou o motor.

Nesse sentido, você pode pensar nos erros mais básicos, como a utilização de uma instalação elétrica inadequada ou a suspensão de veículos com peso superior ao permitido.

Desempenho inapropriado

Ainda que você não danifique o seu elevador ao não ler o manual e operá-lo de forma inadequada, você também poderá não explorar todo o potencial do equipamento. Estamos falando daquelas funcionalidades que só quem procura saber as especificações técnicas de um produto conhece.

Temos aqui, portanto, mais um motivo para você ler o manual de seu elevador automotivo. Somente assim você poderá “retirar” desse equipamento tudo o que ele pode oferecer.

Manutenção Preventiva

Manutenção preventiva é outra questão fundamental que pode ser visualizada no manual. A grande maioria dos fabricantes especifica o que você deve fazer para preservar seu elevador a partir de cuidados específicos com o motor, a estrutura e os demais componentes.

Segurança

Já falamos de manutenção, desempenho do equipamento e possíveis danos que podem ser causados por uma operação inadequada. Deixamos para o final um dos pontos mais importantes: segurança.

Não é difícil imaginar aonde queremos chegar, não é mesmo? Afinal, a queda de um carro suspenso a alguns metros do chão tem o potencial de causar um grande acidente, colocando em risco a integridade física dos profissionais de sua oficina.

Com o manual, você aprenderá a tomar alguns cuidados, como a realização de uma elevação de teste, a melhor forma de posicionar o veículo e a verificar os pontos de apoio.

Com o post de hoje, esperamos que você tenha se antenado para a importância de analisar cuidadosamente o manual do elevador automotivo. Fique ligado, principalmente, a questões relativas à operação adequada do equipamento e à segurança.

E lembre-se: algumas horas dedicadas à leitura das instruções do manual poderão prevenir inúmeros problemas. Portanto, faça diferente da maioria das pessoas e acompanhe todas as instruções antes de colocar o equipamento para funcionar.

Gostou de nossas dicas sobre o manual do elevador automotivo? Então compartilhe nossos conteúdos em suas redes sociais.

 

CTA_Oficinas mecânicas - um guia com os serviços básicos