Como se preparar para o mercado e o futuro da oficina mecânica?
como-se-preparar-para-o-mercado-e-o-futuro-da-oficina-mecanica.jpeg

Como se preparar para o mercado e o futuro da oficina mecânica?

3 semanas atrás 0

Compartilhe nas redes sociais.

Nos últimos anos, avanços tecnológicos modificaram, rapidamente, a indústria automobilística. O setor de reparos também mudou — e continua mudando  para acompanhar tamanha transformação. Para não ficar para trás, é preciso seguir atento ao futuro da oficina mecânica!

Para começar, o cliente não quer mais encontrar um espaço desorganizado e sujo de graxa. Ele deseja ser bem tratado, em um local limpo, arejado e moderno. Também anseia que ali seja uma espécie de “central de soluções” do veículo.

E além de equipamentos automotivos de ponta, a equipe deve estar alinhada para entender de inúmeras novidades. 

Quer ficar por dentro do que vem por aí no mercado de reparos automotivos? Continue a leitura e comece já a se reciclar!

O que esperar do futuro da oficina mecânica?

As oficinas que já se destacam no mercado são aquelas que estão quase se transformando em hospitais para os veículos: com equipamentos tecnológicos de última geração, realizam diagnósticos, manutenções detalhadas e criam cadastros online, após um verdadeiro check up.

Tudo isso por meio de vídeos, softwares instalados em computadores atualizados com o que há de mais moderno no mercado, dentre outros recursos. 

Muitas novidades já estão chegando (ou sendo desenhadas) na indústria automotiva. Confira, a seguir: 

Veículos elétricos e conectados

Estamos começando a viver a era dos carros conectados e elétricos que podem, dentre outras proezas, realizar a auto detecção de uma irregularidade mecânica ou acionar contatos emergenciais em caso de acidentes e sinistros.

Futuramente, a meta é que esses veículos estejam conectados às montadoras que, remotamente, poderão indicar serviços necessários, como substituição de pastilhas de freio e a troca de óleo.

Sobre os carros elétricos, a previsão é que, nos próximos dez anos, 25% dos carros nas ruas sejam desse tipo. E já que os elétricos ainda são limitados em certos aspectos — eles não andam grandes distâncias devido a eletricidade —, os modelos híbridos (rodam também com gasolina) existentes são mais eficientes. 

Veículos sustentáveis 

Com a sustentabilidade em alta, a tendência é que veículos movidos a combustíveis fósseis estejam com os dias contados. O futuro indica carros cada vez mais potentes e tecnológicos, porém menos poluentes.

Na mesma tendência verde, está a utilização de materiais cada vez mais leves na montagem de veículos. Graças à tecnologia e às leis que restringem a emissão de gases poluentes, a indústria automobilística precisou se reinventar.

A saída foi elaborar veículos com materiais como plástico (revestido com aço e fibra de carbono) e alumínio. 

Cliente online e antenado

Foi-se o tempo em que o cliente chegava à oficina e confiava 100% no diagnóstico do mecânico, como se ele fosse a única autoridade no assunto.

O cliente, hoje, é muito mais exigente, informado e desconfiado quando deixa seu veículo para reparos. Conectado permanentemente, ele já sabe especificações do carro, possíveis problemas e até as avaliações positivas e negativas de cada empresa.

Por isso, o marketing digital traz grande retorno ao negócio, quando usado corretamente. Aposte nas redes sociais e tenha um blog ou site, onde você pode postar conteúdos atualizados que despertarão credibilidade e confiabilidade ao cliente. 

Equipamentos com tecnologia de ponta

É impossível imaginar uma oficina, daqui para frente, sem inúmeros equipamentos tecnológicos para realizar o trabalho. Com tanta eletrônica disposta nos novos veículos, os mecânicos nem se arriscam mais a mexer nos motores sem o cartão da seguradora em mãos, por exemplo. 

Algumas ferramentas se tornaram fundamentais nas oficinas. Uma delas são os elevadores automotivos, que realizam o serviço na parte inferior do automóvel de forma mais precisa, dispensando as antigas valas de inspeção.

E com modelos cada vez mais inteligentes, esses equipamentos também rendem uma ótima economia ao empresário, além de organizar e aproveitar melhor o espaço da oficina. 

Também o scanner automotivo, o manômetro e torquímetros são tecnologias no mercado, cujo objetivo é solucionar irregularidades e prever falhas, apontando melhores opções de configurações dos sistemas instalados nos veículos.

Nesse cenário de modernização, em que muitas transformações ainda despontarão no mercado automotivo, a palavra-chave para quem quer acompanhar o futuro da oficina mecânica é atualização. Estude e recicle, para ter sucesso e se destacar daqui para frente!

E aí, gostou do artigo? Leia mais conteúdo de qualidade seguindo-nos no FacebookTwitter e Youtube